Estudo diz que: “Homens que ganham menos que as mulheres são mais infiéis”

Após o estudo que apontou que homens inteligentes são mais fiéis, a polêmica agora aumenta. Uma publicação feita hoje na American Sociological Association levantou a que “Homens que ganham menos que as mulheres são mais infiéis”
Segundo a socióloga Cristin Munsch, candidata a douturado pela Universidade de Cornell e autora da publicação, “Para o homem que ganha menos que a mulher, pode haver uma ameaça quanto à sua identidade de gênero, ao ficar abalada a visão tradicional do homem como sendo o provedor principal da família.”
Ainda para Munsch: “Esta idéia de homem como provedor da família, pode ser ainda mais forte em alguns grupos étnicos, como dos homens latino-americanos.”
O estudo apontou que a infidelidade é maior quando o homem que ganha menos que sua parceira é latino, pois “o ato de sustentar a família é uma característica que define a masculinidade entre os latino-americanos.” Em contrapartida, o estudo também mostrou que homens que tem suas parceiras como dependentes, também tem uma tendência maior à infidelidade.
Já entre as mulheres é um pouco diferente. No caso delas quando se é quem sustenta a casa, há também uma maior tendência ao adultério. Ao passo que se a mulher é dependente do marido, a infidelidade delas é menor.
Em números, as mulheres são 50% mais propensas a trair seus parceiros, não importando as circunstâncias. O estudo aponta que 6,7% dos homens nos EUA foram infiéis as suas parceiras em um período de seis anos, já para elas a porcentagem cai para 3,3%.
Para a pesquisadora “A feminilidade das mulheres não está definida por seu status econômico, e também não se define por suas conquistas sexuais. Portanto, a dependência econômica não é uma ameaça à feminilidade. Mas em função da dupla moral sexual, é provável que a dependência econômica leve as mulheres a serem mais fiéis”, completa Munsch.

O estudo ainda aponta que “quanto maior a educação, menor é a probabilidade de que elas sejam infiéis”. Munsch analisou dados de 1024 homens e 1559 mulheres casados ou concubinos há menos de um ano.
Com informações da France Presse e da Folha.com
E você, o que acha disso? Deixe o seu comentário!
Tenham todos uma ótima semana!
Leonardo Fd Araujo CRP 08/10907
Psicólogo e Coach
Tel: 3093-6222

Rua Padre Anchieta, nº 1923, sala 909
Bigorrilho – Curitiba

Comentários

comentários