As tensões nossas de fim de ano

  • Artigo publicado em: 15 dezembro, 2014
  • Categorias:
Quem nunca percebeu como o final de ano é uma época tensa? Por que será?
 
Todos os anos recebo queixas de pacientes relatando estresse, ansiedade, dificuldades de concentração. São sintomas genéricos, porém se encaixam de maneira particular em cada caso. Nesta época do ano, final de novembro e começo de dezembro, tais queixas costumam se intensificar. Tudo vai depender de como a pessoa está encarando sua jornada de 01 de janeiro até aqui.
 
Acontece um pouco como se estivéssemos nos equilibrando em cima de um muro. Do lado de cá 2014, do lado de lá 2015. Este é um momento de reflexão sobre tudo o que fizemos durante o ano. Levantamos nossos acertos, erros, omissões, falhas, enfim fazemos um balanço. 
 
Tudo o que aconteceu no ano, coisas boas e ruins, pesam e muito neste balanço. O ponto que considero importante é observar que certas coisas boas podem e devem ser mantidas e ampliadas em 2015. Ao passo que algumas ruins se esgotam em 2014 e outras, infelizmente, terão que ser levadas junto e administradas para o próximo ano.
 
Esta ilustração é simbólica e reflete o momento que estamos vivendo. Precisamos, acima de tudo, buscar forças para reconhecer os nossos erros e acertos, e pular de maneira firme para o lado de 2015. Só assim continuaremos firmes nossa jornada. Caso contrário, ficamos presos no ano que se foi, deixando de viver o que está em curso.
 
O ano novo também tem uma conotação de renovação e libertação. Aproveite esta data e escolha o que você quer renovar e o que você não quer mais na sua vida. 
 
Que tal aproveitar esses últimos dias de 2014 para refletir sobre estas questões? 
 
Tenham uma ótima semana!
Leonardo Fd Araujo
Psicólogo em Curitiba CRP 08/10907
Terapia | Terapia Online | Coaching | Palestras
psicologoemcuritiba.com.br
Atendimento presencial e online
Bigorrilho, Curitiba – PR

LYMP Design